domingo, 9 de maio de 2010

Estou pronta para o receber, Sua Santidade

A propósito da vinda de Sua Santidade o Papa (uma vénia, pois claro) a Portugal, feito que vai fazer parar o país, ou não fosse ele uma figura de alto respeito e que respeita os principios básicos do ser-humano: liberdade, respeito e justiça. Ora pois, a ver pelas notícias que tenho lido, são valores bem presentes nos seus habituais discursos e no percurso dessa grande instituição que é a igreja. Nada de fundamentalismos, tudo em prol da evolução da humanidade, faz com que eu queira estar lá em primeira fila para o ouvir e ir a correr bater com a mão no peito, dizendo:
Ó Santo Padre, não usarei preservativo e contrairei doenças (que é muito melhor), não apoiarei o casamento entre pessoas do mesmo sexo e preconceituosa me assumirei, não trabalharei, só para o receber, pois que o meu país se encontra próspero e produtivo, não irei ler livros e nem verei filmes do Harry Potter pois são subtis seduções que distorcem a alma do cristianismo, não ouvirei música rock por ser um poderoso veículo de anti-religiosidade e perdoarei os padres pedófilos e abusadores de poder, pois que não tiveram má intenção nos seus actos porque a igreja também peca (mas enquanto conseguimos encobrir e ninguém deu conta, nem falamos do assunto)!
E já agora, Sumo Pontífice, saiba que as ruas de Fátima foram desinfectadas e aromatizadas para o receber, não fosse Sua Santidade contrair algum vírus desses fieis que por lá passam e nem sujar os seus humildes sapatos da tão humilde marca Prada.

7 comentários:

DoceSussurro disse...

Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap!!!!!

Aplaudo te!
E concordo com tudinho!!!

Ganda treta!

Beijinho*

SillyTalk disse...

É uma grande verdade! Confesso que isto se está a tornar uma dor de cabeça para quem quer fazer a sua vida normalmente.

izzie disse...

Lindo!
Como eu gosto de textos com este tom! :)

Se não fosse não conseguir marcar um cafézinho com um amigo para 5ª nem me lembrava que o Sr. estava cá... [mas isso deve ser por já sou maior de idade, não?] :p

Beijinho,

Signora S. disse...

Respeito posições e acima de tudo aceito opiniões. Mas há muita coisa exagerada e pouco verdadeira por aí. Não posso deixar de concordar que se anda a fazer um enooooorrrmmeeee alarido com a vinda do papa, e que "feriados" talvez seja exagerado, tendo em conta principalmente o estado economico do pais. Mas o teu "ataque" ao papa (o que lhe dirias se estivesses na primeira fila a bater com a mao no peito) não bate totalmente certo. A igreja não diz "ninguem usa preservativos", mas defende sim que as relações nao devem ser aleatórias e como tal nao seria preciso o uso de contraceptivos (uma vez que so teriamos relaçoes sexuais com a pessoa escolhida para a vida), contudo, com amor e em plena consciencia, o casal deve tomar a sua decisao quanto aos metodos contraceptivos (como casal, e nao como indivíduo); o facto de a igreja não apoiar casamentos homossexuais não a torna todos os cristaos preconceituosos, apenas não se concorda que o casamento (sacramento cristão instituido entre um homem e uma mulher) seja praticado entre um homem e um homem, ou mulher e mulher; quanto ao caso da pedofilia, não defendo (nunca!!) o que a igreja escondeu e "protegeu" durante tanto tempo, contudo, relembro que a igreja é feita de Homens, e que todos os homens erram, independentemente de serem padres ou nao. Não tenho conseguido seguir de muito perto toda esta polémica, mas ha uns tempos recebi um texto escrito por um agnostico que está constantemente a atacar a igreja, a falar sobre a pedofilia. Se tiveres interesse, envio-te!

Aproveito tambem para dizer que acho optimo "perderes tempo" a pensar nestas coisas (mesmo que seja para formar uma opiniao diferente da minha), uma vez que hoje em dia se pensa tao pouco na religiao.
E quanto a 5ª (lx) ou 6ª (porto), diz la, vai te saber bem não vai?
Tal como também sabe bem o Natal e a Páscoa ;)

beijinhos

Raquel disse...

Mas Signora, eu vou trabalhar a semana toda. :) é obvio que eu fui irónica e aceito tudo o que me dizes. Aqui o mais importante é: os tempos mudaram, a humanidade mudou e a Igreja parou no tempo. E é claro que falamos de homens e por isso mesmo que devem ser julgados como os outros pedófilos e não protegidos e isso acho que é o que mais revolta me faz. Acho demasiado ele exigir cadeiras em pele no helicoptero quando há tanta gente a passar fome, acho ridícula a ostentação. Mas isto é como tudo, quando se fala em poder, perde-se toda a noção do objcetivo e este é só mais um exemplo.

Beijinhos :)

Signora S. disse...

;)

carpediem disse...

Com respeito por todas as opniões é um poder-dever de todos nós, pessoas alegadamente informadas, promover a actualização de uma instituição tão poderosa como a Igreja católica! Não obstante, agradeço ao Meu Deus tudo o que tenho na vida, mas já não o identifico de todo com o Catolicismo.
Reconhecido que os padres são seres humanos e como tal, também erram...que o reconheça também a Igreja e se deixe de posições ambíguas e hipócritas quanto a este assunto.

CarpeDiem!!!