quarta-feira, 26 de maio de 2010

Eu vou (mas só porque são os Muse)

Aí vou eu, a caminho da cidade do rock para ver estes senhores que adoro.

9 comentários:

Mariana: Barbie is a bitch darling disse...

tb gosto

bj

Susaninha disse...

EU TAMBÉM DOU CONCERTOS:):)
Ahahahhahaha:)

Catherine disse...

;) ouvi dizer que valeu a pena.

Susaninha disse...

SAUDADINHAS:)

Otário disse...

bom concerto então ;)

Gonçalo disse...

E que tal um rescaldo ao concerto dos Muse?

É que há gente que não podia ir todos os dias à cidade do Rock :P

Beijinhos***

Raquel disse...

Foi tão bom, tão bom que nem consegui escrever mais nada no blog até hoje! :D

Agora a sério, MA-RA-VI-LHO-SO!
Eu sou suspeita para falar, porque sou uma fã assumida daquelas que tem a discografia completa, DVD´s etc, mas eles são mesmo muito bons! E a energia sentida no publico foi poderosa, tive alturas em que não ouvia o Matt a cantar e sim o publico. Poderoso!

Susu: Tu és a minha estrela rock. Os Muse ao teu lado são fraquiiiinhos. Saudadinhas :)

Catherine: Sem dúvida. Ia já a Wembley em Setembro vê-los de novo... mas não pode ser tudo.. :(

Otário: Obrigada. ;)

Gonçalo: Eu só fui à cidade do Rock neste dia. :) O próximo concerto a que vou é na tua cidade... já adivinhaste, aposto!!

Fragmentos Culturais disse...

... só agora pude responder ao teu 'atento' comentário, Raquel! Lamento :(

Quanto ao que escreveste: sensibilizada pelo apontamento referencial (youtube), mas não precisei de 'tirar dúvidas'! Vi o concerto pela Sic Radical! O espectáculo não é o mesmo, claro! Mas as audição, sim :)

A memória musical não se apaga nem se faz surda, apenas porque aprecio determinado grupo.
No caso da música/tema em questão, não é preciso muito para se reconhecer de imediato o solo instrumental 'nota a nota' dos Supertramp! Conheço profundamente Supertramp :)

Se ouvires com atenção a introdução do tema dos Muse e a introdução (primeiros segundos) do vídeo dos Supertramp que publiquei...

A música pode ser dada como original dos Muse, mas a introdução da mesma é 'plagiada' dos Supertramp! A cada um o que seu é!

Isso não quer dizer que não aprecie os Muse, apontei apenas uma evidência... tenho cá em casa quem os aprecie tanto como tu e que tal como eu reconheceu de imediato o solo Supertramp! Até reagiu a isso!

Beijinho, Raquel :)

Fragmentos Culturais disse...

.. só em pequena nota! A tolerância na aceitação da opinião dos outros é uma constante nos 'yoggi' :)