quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Chá Verde com Jasmim


O meu ano de 2009 foi assim: desilusões, confusões, pressão, stress, mágoas, luta, batalhas perdidas, enfim... E o pior de tudo é que lembro de entrar neste ano a pensar que era primeiro dos melhores anos da minha vida!...pois, mas não foi…

Não pensem que culpo a vida ou as circunstâncias, nada disso… a maioria das coisas foi mesmo responsabilidade minha, porque a culpa é um peso grande demais e que não me apetece carregar, coisas com as quais não soube lidar da melhor maneira, porque tenho mania de fazer tudo pelos outros e pouco por mim, dar sem receber em troca, não confiar em mim, não acreditar e por aí fora...


Tudo passa, e este ano não é excepção. Vai passar também e tudo volta aos seus devidos lugares.


Neste mês e meio que falta para entrarmos no novo ano, comparo 2009 a uma chávena de chá quando as folhinhas ainda estão espalhadas na água! Não o posso beber assim, senão corro o risco de me entalar (não convém) e por isso tenho de pegar no coador e virar a água para outro lado. As folhinhas que ficam no coador representam todas as confusões, desilusões, stresses, lutas, etc… no fim o que fica é só a água quentinha, com um aroma a jasmim. É isso mesmo, 2009 trouxe-me grandes acontecimentos, grandes experiências, grande aprendizagem que eu estou agora a saborear (só fico com a parte boa!).


2010 não sei que sabor vai ter...e nem quero saber, não tenho expectativas. Sei onde quero ir e o que quero fazer, mas sem expectativa nenhuma. Conto comigo e pronto. Deixo a vida acontecer simplesmente. E as mudanças que quero ver em 2010, já as comecei a plantar…sim porque desenganem-se se acham que vai mudar alguma coisa, enquanto estiverem sentados no sofá, a ir contra a corrente, a impedir a vida de fluir enquanto rezam baixinho pelas mudanças que querem…. Há que tirar do caminho o que não se quer, dizer alto e a bom som o que se quer, apontar o gatilho e disparar com um objectivo bem claro, bem específico.


O que não controlamos, deixamos fluir e abraçamos as oportunidades que aparecerem.


Para já fico só assim, a beber o meu chá verde com jasmim.

5 comentários:

Anónimo disse...

Bravo!!

A analogia entre a Vida e um Chá de Jasmim está muito bem conseguida. O meu preferido é "Jasmine Delight", há nas lojas Rituals, recomendo para as tardes e noites frias de Inverno.
Se juntar ao Chá uma fatia de Bolo de Noz com Geleia de Marmelo...

parabens pela Playlist

Raquel disse...

Humm, também adoro esse chá. Ofereceram-me uma caixinha de chás da Rituals e realmente o Jasmine Delight é maravilhoso.
Agora essa fatia de bolo de noz com geleia de marmelo deixou-me com água na boca... :)

Obrigada pelo carinho! :)

Anónimo disse...

A geleia é a minha mãe que faz (segredo)... quanto ao bolo de noz, é simples, só há que ter cuidado na temperatura do forno.

Receita:
200 Gr. de Miolo de Noz
150 Gr. de Manteiga
150 Gr. de Açucar Amarelo
100 Gr. de Farinha
4 Ovos médios
2 colheres de Mel

Amolecer a manteiga com o Açucar até obter uma massa homogénea (bater com carinho, e sem pressa) juntar os Ovos, envolver, e por fim o Miolo de Noz grosseiramente picado, a Farinha e o Mel.
vai ao forno previamente aquecido em fôrma de Bolo Inglês durante uns bons 40 minutos.
A Geleia é para barrar.

Preparar num domingo depois do almoço e convidar os amigos para partilhar ao lanche. Acompanha bem um Porto Sandeman LBV ou Ruby.

Raquel disse...

Obrigado pela receita. Vou experimentar com certeza. Depois digo como ficou! :)

Hugo de Macedo disse...

Cheguei até aqui por acaso, e gostei do que vi...principalmente pelo bom gosto musical, da playlist - parece que entraste no meu computador e fizeste copy-paste...!

Parabéns pelo blog e votos de um excelente 2010.